? Mães Amigas - A melhor forma de limpar a chupeta é com a saliva dos pais

A melhor forma de limpar a chupeta é com a saliva dos pais

Quando a chupeta do seu filho cai no chão, o que você faz? A tendência de qualquer mãe é sair correndo para lavar com sabão, álcool ou guardar a bendita para esterilizar mais tarde… não é mesmo? Pois bem… Pare já com isso e limpe a chupeta com a sua própria saliva… Achou estranho? Então é melhor você mudar sua postura, pois de acordo com pesquisadores suecos essa é a melhor maneira de uma mãe limpar as chupetas de seu filho quando elas caírem no chão: Higienizá-las com a sua própria saliva.

Embora pareça anti-higiênico, a prática não só ajuda a proteger os bebês dos micróbios presentes no chão, como também transfere a eles microrganismos “do bem” vindos da saliva materna. Esses microrganismos, por sua vez, fortalecem o sistema imunológico da criança e reduzem o risco de elas terem alergias.

Como foi realizada a pesquisa

O estudo, feito na Universidade de Gotemburgo e publicado nesta segunda-feira na revista Pediatrics, envolveu 184 bebês. Os cientistas recolheram amostras da saliva dessas crianças para analisar os tipos de bactérias que viviam no organismo de cada uma (aos quatro meses, um ano e meio e três anos de idade). Os pais dos participantes relataram de que forma costumavam limpar as chupetas de seus filhos. Ao longo do estudo, os autores também observaram se as crianças apresentaram alguma alergia. Ao completaram um ano e meio de idade

25% das crianças do estudo apresentaram eczema (ou dermatite atópica, grupo de condições em que a pele fica irritada ou inflamada)

15% apresentaram algum tipo de alergia alimentar

5% haviam sido diagnosticadas com asma.

 

De acordo com o estudo, porém, as crianças cujas chupetas eram limpas com a saliva de seus pais eram mais propensas a ter uma variação maior de tipos de bactérias benéficas à saúde em seus organismos. Elas apresentaram cerca de 30% menos riscos de ter eczema, que é considerado como o primeiro sinal de alergia em crianças até os 18 meses, em comparação com crianças que tinham suas chupetas higienizadas de outra forma. Esse efeito protetor da saliva dos pais se manteve quando as crianças atingiram os três anos de idade.

Ainda de acordo com a pesquisa, pais que limpam a chupeta de seus bebês não parecem transmitir a eles mais infecções, como gripes e resfriados, por exemplo. Isso porque a média de 1,5 resfriado que as crianças pegaram durante seus primeiros seis meses de vida foi a mesma independentemente da maneira com que seus pais higienizavam as suas chupetas.

 

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1650 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Tambm