5 passos para cuidar do seu filho no calor

06.11.2017 – Aproveitando esse post de 2014 para lembrar alguns cuidados fundamentais com os pequenos nesses dias quentes. Janeiro estamos mais expostos as temperaturas elevadas e é importante ficar atento a esses cinco passos para cuidar do seu filho no calor.

(postado em 07.02.2014)- Faz tempo que não temos um verão tão quente como o desse ano, não é mesmo? Está difícil dormir, as crianças acordam com mais frequência, os dias estão abafados e não sabemos mais o que fazer para aliviar a sensação térmica desses dias. Embora pareça óbvio, muitos pais ainda cometem erros na hora de cuidar dos pequenos nessa situação. Então, fique atento aos 5 passos para cuidar do seu filho no calor.

Esse é o verão mais quente dos últimos 75 anos

As lojas estão vendendo ventiladores e ar condicionados como nunca. Tomadas essas providências, vem a dúvida: será que o ventilador ou o ar condicionado vão fazer mal? Podemos dormir com eles ligados? Posso dar vários banhos no dia? Devo usar sabonete sempre? Qual a quantidade de água que os pequenos devem tomar? Sorvete e resfriado estão relacionados?

Bom, vamos aos 5 passos para cuidar do seu filho no calor?

1. Ventiladores, ar condicionado e o tempo de exposição

O calor está insuportável. Para conforto, precisamos ficar em ambientes refrigerados. O que é importante entender é que o ambiente não precisa corresponder a uma geladeira. A maneira certa é ajustar a temperatura a um tanto que nos dê conforto térmico (21-25 graus). O que faz mal é sair de um ambiente frio para outro super quente e depois novamente para outro frio. E, quando estiver em um cômodo com ar condicionado ou ventilador, é bom colocar um recipiente com água ou um umidificador, pois o ar tende a secar.

A falta de umidade do ar é a responsável por vários problemas respiratórios

Sobre os ventiladores, algumas mães também me questionam se podem deixar os filhos com o ventilador ligado no máximo durante a noite inteira. Pode, se o calor estiver muito forte, como nos últimos dias, e ele deve ser usado para circular o ar e não para fazer vento sobre a criança. Portanto, mantenha uma distância entre eles e direcione o ar para a parede.

2. Líquido na medida certa, fique atenta!

5 passos para cuidar do seu filho no calorSe os adultos têm 60% de água no organismo, as crianças e, principalmente, os bebês, têm muito mais; 80% de seu corpo é constituído de água! Assim, elas precisam de muito líquido para manter sua homeostase e também desidratam com mais facilidade.

Precisamos de 100ml para cada 100kcal metabolizadas e o número de calorias necessárias para o metabolismo depende do peso da criança. Para uma criança de 5kg são necessários no mínimo 500ml. Já uma de 10kg são necessários no mínimo 1000ml (1 litro), uma de 20kg são 1500ml, ou seja 1,5 litros.

Se você está amamentando, ATENÇÃO!

Se seu filho está sendo amamentado, beba você bastante líquido e ofereça o peito com muita frequência. Nessa fase a criança deve receber só leite materno que, por ter poucos eletrólitos, não sobrecarrega o rim. Se não estiver com leite materno, ofereça bastante líquido.

5 passos para cuidar do seu filho no calor

As crianças que recebem fórmulas (estamos falando agora daquelas que só tomam o leite e que ainda não houve introdução de alimento complementar), lembre-se também de oferecer água com frequência. O leite de vaca in natura tem muitos eletrólitos e a oferta de água é importante também para não sobrecarregar o rim. Àquelas que já recebem outros tipos de alimentos, oferecer além da água, sucos naturais e água de coco – nada se suco de caixinha, ok?

Quando falo no volume de líquido, estou me referindo ao mínimo necessário para a manutenção do metabolismo. No entanto, é importante lembrar que a água também esta contida nos alimentos (gelatina, caldo do feijão etc.). Algumas frutas são mais bem-vindas que outras, são elas: melão, melancia, água de coco, limonada, suco de maracujá, suco de qualquer fruta…

Sorvete X Resfriado

Será que o foi o sorvete que causou o resfriado ou a dor de garganta? Quem não gosta de algo assim quando está calor? Todo mundo gosta! Bom, para começar, estejam certos de que o que causa resfriado é vírus e não a piscina ou o sorvete!

3. Diminua as roupas

Mantenha as crianças com pouca roupa e opte pelas roupas leves, claras e confortáveis. Dê preferência às roupas de algodão, que absorvem melhor a transpiração. Durante a noite, com o calor que está fazendo, as crianças podem dormir apenas de cueca ou calcinha, porém se a mãe perceber que esfria durante a madrugada, ela deve cobrir a criança ou vestí-la.

Os bebês pequenos devem ficar de macacão curto ou mesmo, nos horários mais quentes, só de fraldas. Às vezes, as mãos ou os pés podem ficar mais frios, pela dificuldade que eles têm de manter a temperatura nas extremidades. Nessa situação, não é necessário agasalhá-los, apenas uma meia e uma luvinha podem resolver o problema.

Evite deixar os bebês dentro do berço com os protetores de grade, pois esses impedem a circulação do ar, aumentando a sensação de calor. O bebê conforto também é quente, principalmente se for forrado de plástico.

Janelas abertas sem pernilongo

Se em sua casa tem pernilongo, melhor é providenciar tela nas janelas. O uso de inseticidas, mesmo os de tomada, não são indicados para o dia a dia. O mesmo vale para os repelentes tópicos.

4. Você está conseguindo proteger seu filho do sol?

Quanto ao sol, as crianças devem tomar só o suficiente para não lhes causar rubor cutâneo. Procure levá-las para passear nos horários mais frescos. Leia a matéria que escrevi sobre a importância do banho de sol e cuidados.

As crianças maiores, quando forem ficar mais tempo no sol, devem ficar protegidas com roupa, chapéu e até óculos escuro, pois a radiação está alcançando níveis perigosos.

Os óculos deveriam ser usados com mais frequência pelas crianças.

5 passos para cuidar do seu filho no calorO sol queima a pele e ele também queima a retina. O correto é optar por óculos feitos em óticas, que tenham proteção contra os raios UV. Portanto, nada de óculos comprados no camelô! Os óculos devem ser usados por crianças maiores (pré-escolares e acima).

Atenção aos protetores solares

Crianças menores, que não andam, por exemplo, devem ser colocadas ao sol por poucos minutos por dia. Só usar protetor se a criança precisar ficar exposta ao sol por mais tempo que o recomendável. Nas embalagens, pode-se encontrar a recomendação do tempo em que o protetor deve ser repassado; em geral, após uma ou duas horas. Se a criança for para a água, deve passá-lo novamente após sair da piscina.

5. Pode dar vários banhos por dia?

Algumas mães me perguntam se podem dar vários banhos no filho durante o dia. A água, principalmente se o banho for demorado, acompanhada do uso de sabonete e se a temperatura da água for muito quente ou muito fria, remove a oleosidade da pele, que é a primeira camada de proteção contra agentes agressores. A pele tende a ficar seca e isso provoca prurido (coceira). Quando a criança coça, ocorre a perda da solução de continuidade da pele, com a formação de escoriações que podem levar a uma infecção.

Lembre-se: Se der mais de um banho por dia, use sabonete e xampu só em um deles. Nos demais, tente passar a criança rapidamente pela água e só esfregue as partes do corpo que estiverem mais sujas. Passe hidratante várias vezes por dia se perceber a pela seca. Dê preferencia por passar após o banho pois ele é melhor absorvido. Quanto ao tipo de hidratantes, evite os perfumados pois a água de lírio utilizada para dar o aroma é extremamente alergênica.

 

Por que precisamos de tanta água?

A necessidade de água aumenta no verão devido à transpiração. Em geral, perdemos água pela transpiração e perspiração (respiração) em pequenas quantidades, pela urina e pelas fezes em maior quantidade. Por isso, quando a criança está com diarreia, a oferta de líquido também deve ser maior. No calor, a transpiração aumenta. Quando a criança esta respirando mais rápido (por febre, chiado, ou distúrbio metabólico), ela também precisa de maior oferta de água.

 

Você pode gostar de ler:

Como fazer gelatina em camadas colorida

A importância do banho de sol e cuidados

Febre: o que é, quando e como tratar?

Meu filho está com piolho, e agora, o que eu faço?!

Silvia Castilho

Escrito por: Silvia Castilho

Confira os 54 posts publicados pela Silvia Castilho

Veja Também