? Mães Amigas - 10 dicas para deixar o quarto do bebê mais seguro

10 dicas para deixar o quarto do bebê mais seguro

04.10.2012
 
Olá mães amigas,
Hoje vou falar de segurança no quarto das nossas crianças. Na hora de decorar não podemos esquecer de alguns detalhes, principalmente quando se trata dos nossos pequeninos.

Algumas dicas para decorar o quarto das nossas crianças com segurança.
1. Nos berços as barrinhas laterais devem ter no máximo 6 cm de espaçamento.
 
2. Existe uma discussão sobre usar ou não usar protetores de berço. Muitos especialistas dizem que esse acessório pode contribuir para asfixia da criança enquanto ela estiver dormindo… Portanto fique de olho nesse item de decoração. Opte por protetores com poucos babados. Quanto menor o número de itens dentro do berço na hora de dormir, mais seguro o seu bebe estará. 
 
3. O mosqueteiros devem ser pendurados no teto para que a criança não se pendure no suporte.
4. O berço deve ser verificado periodicamente para detectar parafusos ou peças mal encaixadas.
 5. As superfícies pontiagudas, devem ser protegidas. Cuidado com estantes que simulem “escadas”, elas podem contribuir para a imaginação do seu filho na hora de brincar de “super herois”…rsrsrs
6. Prefira os móveis com cantos arredondados, com mais estabilidade (que não tombem), firmes e com ferragens de boa qualidade. Peças móveis, como por exemplo: grades reguláveis em altura aumentam o risco de acidentes.
7. Tapetes de borracha antiderrapantes e antialérgicos, cortinas removíveis e laváveis e piso revestido de vinil ou laminado plástico para evitar poeira completam o conjunto e oferecem segurança.
 

 

8. Não se esqueça das janelas dos quartos. Coloque grades ou redes de proteção. Escolha uma empresa de confiança que faça a instalação correta do produto.
9. Substitua os bichos de pelucia, pelos de pano, que têm o mesmo apelo visual e podem ser lavados.

 

10. Por fim, os protetores de tomadas, que devem estar presentes em toda a casa. Prefiro os mais simples sem apelo infantil, pra não gerar curiosidade e as crianças acharem que são brinquedos. Se preferir troque as tomadas antigas pelas tomadas novas (certificada pelo Inmetro) que não dão choque em contato com a pele. Clique aqui e saiba mais sobre esse novo modelo de tomada.

E lembre-se:  

  • Escolha produtos certificados pelo INMETRO que indicam a faixa etária para qual se destinam ou que respeitem as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) ajudará aumentar a segurança de seu filho.
  • Para cada idade, uma característica diferente, confira abaixo 

0 a 2 anos – O essencial para o quarto do bebê é o berço, cômoda (para ser utilizada como trocador e guarda-roupa) uma poltrona para amamentar, cesta para suporte, lixeira e uma iluminação adequada.

2 a 7 anos – O ambiente deve incentivar e motivar o desenvolvimento mental da criança. Habilitar o espaço com um local para o descanso, outra para as brincadeiras e uma área para guardar os brinquedos é uma forma de ensinar-lhe, desde pequeno, a se organizar.

7 a 9 anos – Nesta fase uma área para o trabalho é essencial. Uma escrivaninha em lugar bem iluminado, de preferência junto à janela, mesmo que não tenha luz natural. (informações do Imovelweb e Guia do Bebê)

  Um grande beijo e até a próxima matéria!

placa-colunista-dani-rehm-s-contato
@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1633 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Tambm